Ela é tudo...

Talvez ela possa parecer isso que vocês pensam
Nojenta
Oferecida.
Amostrada.
Mas, não.
Ela é tudo o que vocês não conseguem enxergar.
Tudo o que vocês não conseguem saber.
Por quê?
Porque tudo o que vocês sabem dela, é tudo o que acham que ela é.
Ninguém nunca parou pra perguntar:
Ei, por que você é assim? Por que age assim?
Eu lhes digo o porquê.
Ela é tudo o que vocês não podem ser.
Ela é a diferença.
Mesmo que não ache, ela é linda.
Seu sorriso torto é perfeito. Ela é o que é.
Sem mais. Sem menos. Sem brilho explicito.
Ela é a simplicidade de uma forma grandiosa.
Ela é adorável. Tão adorável quanto parece.
Embaixo de toda essa tristeza, ela é uma felicidade compacta.
Tão grande, mas tão grande, que quem for abrir a caixa vai sentir uma explosão no coração.
Podem falar. Pensar. Dizer. Criar o que quiserem.
Ela não precisa da verdade de vocês. Ela precisa da própria.
Ela é amor.
Um amor que ninguém compreende.
 
(A Sonhadora)

Ruína

No último sábado em que a vi
Percebi que estava me distanciando dela
Que poderia não a ver nunca mais
Pensei em contar tudo o que sinto
Olhando em seus olhos cor de mar.
Mas como eu poderia me declarar?
Como eu poderia abaixar a minha guarda e abrir meu coração
Quando eu queria esconder até a morte o que sinto?
Porque com ela por perto não doía tanto quanto dói agora
E quando percebi que nunca mais a veria
Desabei pela segunda vez na minha vida.

A Sonhadora

Ela...

Ela tem o dom de tirar meu sono
Vagueia pelos meus pensamentos noite após noite
Sem pena do sono que vou sentir na manhã seguinte.
Mesmo distante ela me tira sorrisos que nunca existiram em minha alma
Mas ela está do outro lado do mundo
E com alguém para amar.
Quem sou eu pra poder tirá-la de lá.
Com promessas de largar vícios impossíveis
Com promessas de fazê-la feliz, sendo que ela é feliz
Sem mim.
Mas seria perfeito chegar em casa
E ter a certeza de que a encontraria
Vestindo minha blusa gigante e me dando aquele sorriso maravilhoso.
Seria...
Mas não é.

(A Sonhadora)