Sem razões...



E eu nunca tinha deixado de amar você, eu só deixei de lado e fiz de tudo para tentar tirar você do meu coração. Não me lembro se funcionou, mas algo sempre tinha que ter você.

E olha, eu nunca pareceu de sentir saudades, nunca parei de, mesmo que ás vezes, falar ou pensar em você.

Mas você não sabe quantas noites eu passei desejando que você me ligasse novamente e me dissesse que sentia saudades e que me amava e só precisava de mim para sorrir.

Você não sabe por quanto tempo eu ainda continuei dizendo que te amava e que se você viesse ao meu encontro, me abraçasse e falasse que me amava eu largaria tudo novamente por você.

Mas você não veio.
E eu fiquei agoniando de dor e angústia por quatro meses. Só dependendo de outros para me fazerem alegre. Mas ninguém conseguia me tirar os sorrisos seus. Ninguém sabia como agir comigo. Ninguém me desprezava de tal forma tão sua a ponto de me fazer chorar.

Então eu decidi me deixar ir e dar chance a alguém que sempre tentou tirar sorrisos de mim. E começou a conseguir. E não parava. Então eu percebi. Ele me faz bem.

Dei uma chance mas sabia que não iria para frente. Mas por não saber o porquê, você surgiu. Com abraços e palavras de fraternidade. Com gestos amorosos.

Mas vá embora é o que eu peço.
Ou fique para sempre é o que meu coração ordena.
Mas eu não posso largar alguém que faz de tudo para me fazer feliz por alguém que se foi sem ao menos me importar de como eu ficaria.

Eu não deixei de te amar nenhum segundo da minha vida. Mas isso não quer dizer que eu queira voltar a ser como era antes.

Eu não quero que doa em alguém que me ama a mesma dor que doeu em mim. Pelo contrário... Quero fazer essa pessoa feliz de um modo que você não conseguiu me fazer.